A
FACERJ

A Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Rio de Janeiro – FACERJ é uma entidade de classe, sem fins lucrativos, integrante do maior sistema associativo do Brasil, a Confederação das Associações Comerciais do Brasil – CACB.

Fundada em 02/09/1975 e antes designada FACIARJ – Federação das Associações Comerciais, Industriais e Agropastoris do Estado do Rio de Janeiro, a FACERJ tem como foco a representatividade e a prestação de serviços, especialmente para as micro e pequenas empresas.

Sua importância como entidade representativa do micro e pequeno empreendimento pode ser traduzida em números. As suas 120 Associações Comerciais estão presentes em 90 dos 92 municípios fluminenses e nos principais bairros cariocas, o que caracteriza a sua capilaridade.

A FACERJ é caracterizada também pela abrangência, por congregar mais de 38 mil empresas de todos os segmentos empresariais (comércio, indústria, agronegócios, serviços, transporte, profissionais liberais e autônomos), e pela legitimidade, pois todas as empresas são filiadas por livre adesão.

A instituição não restringe as atividades de suas federadas, que são autônomas em suas decisões, inclusive nos serviços a que se propõem a oferecer aos seus associados, seja serviços próprios ou através de convênios.

Visando ao atendimento dos interesses das classes que representa, a FACERJ está presente nas principais instâncias da sociedade fluminense, participando de fóruns, representações técnicas e institucionais. São exemplos o Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado, o Conselho Deliberativo do Sebrae e o Conselho da Micro e Pequena Empresa. Trabalha também junto aos poderes públicos constituídos nas esferas municipal, estadual e federal, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico.

Diretrizes Estratégicas

Desenvolver o associativismo: trata-se de uma ferramenta eficaz para a defesa dos interesses empresariais frente à conjuntura econômica, contribuindo para a redução do índice de mortandade das micro e pequenas empresas.

As Associações Comerciais e Empresariais, entidades representativas das classes produtoras, disseminam o associativismo a fim de fortalecer os negócios e promover o desenvolvimento;
Fortalecer a representatividade junto aos poderes públicos, entidades empresariais e comunidades onde está inserida;

Desenvolver ações e projetos que satisfaçam e fidelizem seus associados;
Difundir idéias e pensamentos das entidades perante a opinião pública;
Maximizar os resultados através da inovação permanente dos processos;
Buscar a simplificação e a redução da carga tributária;
Buscar a simplificação da reforma trabalhista.

Objetivos

Promover a integração entre os órgãos representativos de todos os segmentos produtivos do Estado;

Defender, perante aos poderes públicos, os direitos, interesses e aspirações de suas federadas;

Colaborar com os poderes públicos no estudo e na solução de questões de interesse da comunidade, das Associações e das classes que representa;

Promover a realização de encontros e congressos das Associações filiadas;

Manter em sua sede serviços de natureza jurídica, técnica e de informações para as ACEs;

Promover ações visando à capacitação dos empresários nas áreas de gestão administrativa, financeira, técnica operacional e mercadológica.