Como um adoçante virou centro de uma batalha entre indígenas e multinacionais

Os índios guaranis do Paraguai e do Brasil a chamam de “Ka’a He’e”. No mercado, porém, ela é a estévia, uma planta que virou alvo de disputa de propriedade intelectual entre comunidades ancestrais dos dois países e poderosas empresas multinacionais.


URL: Como um adoçante virou centro de uma batalha entre indígenas e multinacionais
FONTE: Uol-Economia